Saida de Jobs da Apple marca fim da Originalidade

A Apple sem Steve Jobs marca o fim da criatividade, da criação pura e sentimento de Pura Arte, alias, arte é algo que Jobs sempre perseguiu desde que montava o Apple na sua garagem com Wozniak.

Steve Jobs sempre representou a vontade criativa para produzir algo interessante e diferente, muito além dos criadores de hoje que desenvolvem com olho simplismente do resultado financeiro, e mais por obrigação; Jobs representa a paixão pura, o desenvolvimento baseado no sentimento, bem diferente os layouts e tecnologias quadradas de seus concorrentes, entre eles a Microsoft. Jobs é a prova que o desenvolvimento de projetos com foco na arte tem resultado interessantes e lucrativos.

 

Jobs não é formado em nada, talvez seja esta a diferença ! Ele não produz com um titulo pendurado no pescoço, nem tinha curriculum anterior em outra empresa que não fosse a Apple e sua Next; Quando adquirimos um aparelho pouco anatômico, e quando pensamos “puxa vida, bem que poderiam ter melhorado isto aqui “, Jobs sempre penso no “nisto aqui“, ele enxergava além, era esta a diferença.

 

Ele sai do mercado por motivos diferentes que seu lendário rival, Bill Gates, enquanto Bill Gates se retira da microsoft para se dedicar a caridade, Steve se preocupa simplesmente em manter-se vivo …. é a vida.


 

Deixar uma resposta

Confirmação anti-spam *