Bradley Manning, Tentáculo frágil do Wikileaks

O caso Bradley Manning & Wikileaks continua, o soldado forneceu informações confidenciais ao site WikiLeaks de Assange, o governo americano descobriu e está acusando Bradley de traidor da pátria.

 

Obviamente esta é uma questão profunda … cada um dos lados faz sua parte, e Bradley fez a dele, de fato, talvez ele não tenha sido leal mesmo ao exército americano, porém foi totalmente leal a princípios fundamentais universal, que está muito além do território americano.

 

Bradley é uma das fontes que mostrou os excessos do exército na guerra, e talvez sua atitude seja até benéfica para o exército americano, alertando contra atitudes absurdas e brutas, e são exatamente estas atitudes que nunca aparecem na imprensa que turbinam o ódio asiático contra os Estados Unidos, então será que Bradley está totalmente errado ?

 

Perante nosso ponto de vista, que não somos americanos e precisamos destas informações para saber o que realmente esta acontecendo de verdade, para nós Bradley está mais para herói que um vilão ou um traidor, Bradley está muito além disto, e coragem é um atributo que pode ser anexado a ele.

 

 

Bradley declara que realmente enviou documentos

 

Bradley declarou esta semana que realmente enviou os documentos ao WikiLeaks, mas não se declara culpado de nada, informou seu advogado.

Na guerra ninguém é humano, as pessoas se transformam, esquecem princípios humanos básicos, Bradley parece nã ter sido corrompido por isto, e manteve seu horror a atitudes inumanas e cruéis, seria Bradley um vilão ?

 

É óbvio que o exercito americano jamais vai ceder e inocentar Bradley, e isto não significa que eles concordem com os abudos, apenas querem acobertar algo, querem esquecer, enquanto Bradley não.

 

 

 

Um dos vídeos que o Bradley vazou para Wikileaks, mostra um possível erro,

onde soltados executaram vários iraquianos civis, confundidos com milicias.

 

 


 

Deixar uma resposta

Confirmação anti-spam *