Procom expõe nome de sites suspeitos

 

É uma atitude muito estranha, uma instituição de defesa do consumidor ( Procom ) apontar “instituições” comerciais online como suspeitas … vem a mente algo como “- Se é suspeita e irregular, por que não fecham ?” , e este é todo diferencia entre internet e mundo real, no mundo real é bastante difícil aplicar golpes e ficar nisto mesmo, o dono vai estar lá fisicamente para ser cobrado, na internet é tudo muito diferente, quando o site é .com.br é possível investigar informações como CNPJ ou CPF do responsável, mas se termina com .com isto não é possível porque é um registro internacional, apesar disto, eles podem vender em qualquer lugar do mundo, e este é todo problema, a Internet é um mundo extremamente livre, somente a boa reputação pode confirmar a solidez de um negócio online, o que mais ?

 

 

Isto nos faz lembrar o inicio da mercantilização da humanidade, em Veneza e Holanda quando inauguravam os primeiros Bancos e a primeira Bolsa de Valores, não havia nada para comparar … somente a confiança e nada mais, ninguém sabia no que iria dar um negócio, era tudo novo para a humanidade que estava saindo dos campos para se aglomerar nas cidades. A Internet então repete este fenômeno de “terra de ninguém”, apesar de tudo … a liberdade na internet é saudável, e não deve acabar de jeito nenhum, mesmo sob riscos.

 

Desta forma, o Procom faz sua parte,listando website com muitas reclamações.

 

 

 


 

Deixar uma resposta

Confirmação anti-spam *