Quando a alma da empresa morre

 

O megablog TechCrunch , um dos sites de tecnologia mais lidos no mundo, com similares no Brasil ( tecnoblog.net, tecmundo.com.br ), foi comrpado pela AOL, um portal gigante e pioneira nos Estados Unidos; depois de algum tempo, mesmo tendo incorporado e mantido seu craidor Michael Arrington, logo depois foi demitido, provavelmente a AOL pensou em um sistema onde as coisas caminhariam automaticamente, atitude muito comum em grandes corporações.

 

 

De fato isto é bem cruel, parece que o capitalismo não tem emoções em nem ideal.

 

A Microsoft tem se mostrado muito tranquila sem o seu guru Bill Gates, contra todas previsões, o Windows 8 inovou tanto que deve ter colocado Steve Jobs co muita Inveja lá no i-Céu.

 

Apego ao próprio projeto é mesmo coisa de Nerd, gente de negócios não se apegam a seus feitos, eles se apegam a dinheiro, Michael Amington é destes que tem amor a sua obra, mesmo que tenha ganhado muito dinheiro vendendo para AOL, mas parece que Michael não consegue dormir com a ideia de desapego.

 

Michael poderia pegar o dinheiro que ganho na venda e ter aberto outro negócio, ter entrado na onde dos financiadores de Start-ups (todos ricos estão fazendo isto), mas não … ele não esqueci a a TechCrunch.

 

Michael não saiu de maneira honrosa e como cavalheiro porta afora, ultimamente ele tem aparecido a conferências e ventos com uma camiseta escrita “UNPAID BLOGGER“, já que a AOL informou que Michael poderia continuar contribuindo com o TechCrunch, porém como um escritor não pago (UNPAID BLOGGER), ora … ele queria mas que isto.

 

E .. tanto fez o moço, que a AOL revolveu recontrata-lo , dia 23/10/2012 Michael voltou para o lar, já escrevendo sua primeira postagem de retorno, “quem não chora, não mama”, nossa … ele adora mesmo este blog.

 

 

:: Mais ::

 

 

 

 


 

Deixar uma resposta

Confirmação anti-spam *