Facebook fora do ar

 

Semana passada foi justamente a SONY que ficou “fora do ar” com seus jogos Online, mês passado foi o WhatsUpp que ajudou milhões de adolescentes descobrir que afinal de conta, a casa que eles moravam tinha um lindo jardim ! Hoje, 3 de Setembro de 2014 foi a vez do Facebook ( novamente ), ficar inativo.

 

Facebook fora do ar

 

Vamos recordar toda esta história e ver que o Facebook começo ua ficar instável depois da aquisição e integração com o WhatsApp e Skype, já que a rede social usa o sistema do Skype (por enquanto) para fazer a conferência por vídeo.

 

Who Cares ?” de fato, sempre que a rede cai, ninguém parece se lembrar muito dias depois, na verdade, minutos depois … e nenhuma outra rede social tem se aproveitado para tirar o reinado do Facebook.

 

O mesmo “pânico” não aconteceu no resto do mundo, parece ( e isto é bem preocupante) que isto pode ter acontecido só no Brasil (ou América Latina), todos sabemos que sistemas fazem testes .. estaríamos nós servindo de “cobaia” para rede social ? ou testes preliminares de algo a ser implantado na rede toda ?

 

Ataque Hacker

Não parece ser ! um ataque do tipo D.D.O.S ( Ataque por acesso em massa ), não resulta em um erro deste tipo, normalmente o que teria ocorrido é uma página em branco sem acesso.

 

A última vez que o Facebook “sumiu” foi na madrugada (horário do Brasil) do dia 16 de Junho de 2014, provavelmente ainda devido as adaptações ao recém adquirido WhatsApp … e isto ocorreu no mundo todo.

 

 

Facebook e o Brasil

Marco civil da internetVerificar

 

Se este problema é específico do Brasil, é melhor acostumarmos com isto … colocar um servidor no Brasil, já que o Facebook tem vários servidores espalhados pelo mundo, no Brasil seria um risco, e risco de mais interrupção, já que o Marco Civil da Internet Brasileira permite que o governo e instituições possam interromper informações a qualquer momento … ninguém quer isto, nem o Facebook, assim como fez o google, Zuckerberg não vai querer então nenhum servidor aqui, alem de seu escritório comercial.

 

 

 

 

 

 

 


 

Deixar uma resposta

Confirmação anti-spam *